image
image
image
image

   

Sobre a Animais Como Nós 

A Associação ACN - Animais Como Nós atua na zona de Vila do Conde desde 2010.
Todo o trabalho desenvolvido na ACN parte do princípio de que os animais não são bens de consumo, não são descartáveis, e que, portanto, não devem ser tratados como tal.  Os cães e os gatos são animais domesticados, raramente equipados para uma vida independente do ser humano, e ainda menos adaptados à vida na rua de um centro urbano.


Cuidados

Temos como prioridade a estabilização do estado de saúde dos animais que acolhemos, garantindo a sua posterior esterilização e vacinação. Os cuidados veterinários de que os animais a cargo da ACN beneficiam são prestados por clínicas veterinárias com as condições e os profissionais necessários.

Sabia que um cão ou gato que nasceu na rua ou lá viveu por um período de tempo tem uma maior probabilidade de desenvolver doenças e patologias que exigem intervenções veterinárias dispendiosas? Parasitas internos e externos, problemas de pele (sarna, alergias, otites) ou fracturas são, infelizmente, as situações mais comuns. Fazer face a este nível de negligência só é possível com o apoio da comunidade.



Alojamento
Os cães e gatos ao nosso cuidado encontram-se em hotel canino, já que não dispomos de espaço próprio, ou em Famílias de Acolhimento Temporário até encontrarem os adotantes perfeitos.  Devido às limitações de espaço, de recursos financeiros e humanos não nos é possível dar resposta a todos os pedidos de ajuda que nos chegam diariamente.
No hotel ou abrigo, o trabalho diário dos membros e voluntários é fundamental na alimentação dos nossos cães, nos passeios e na manutenção das condições de higiene do espaço.


Voluntariado
Todo o trabalho desenvolvido na ACN é puro voluntariado: não existe qualquer remuneração pela manutenção das boxes, as deslocações às clínicas veterinárias, a gestão de plataformas
online, participação em eventos de divulgação e de recolha de ração, a gestão e acompanhamento de adoções ou qualquer outra actividade relacionada com a associação. Fazê-mo-lo a par dos nossos empregos e vida familiar e só nos é possível continuar se houver envolvimento daqueles que nos pedem ajuda.

Se gostava de se juntar a nós como voluntário, preencha a nossa Ficha de Voluntariado AQUI.




Parceria com a Pfotenhilfe-Portugal e.V.
A parceria com a associação Pfotenhilfe-Portugal e.V. tem sido crucial para garantir um bom futuro a muitos dos cães resgatados e acolhidos pela Animais Como Nós
. Devido a uma abordagem completamente diferente no que diz respeito ao papel e relevância dos animais na sociedade, a Alemanha afigura-se como destino privilegiado e que cumpre todos os requisitos que a Animais Como Nós exige nos seus adotantes. A avaliação do adotante é feita pelos nossos parceiros nesse país e os cães viajam, posteriormente, de avião ou por via terrestre.
A preparação das viagens (passaportes, análises, viagens à DGVA, etc.) é exigente a nível de tempo, de logística e de recursos humanos. No entanto, somos movidos por histórias com final feliz! Passados 5 ou 6 anos, ainda continuamos a receber fotografias e boas notícias de animais que foram adotados através da Pfotenhilfe-Portugal e.V.
Queremos arceditar que, com uma mudança de mentalidade da sociedade Portuguesa, impulsionada por cada um de nós em conversas junto de familiares e amigos, poderá culminar em mais adoções responsáveis em Portugal.


Comunidade
Queremos acreditar que o esforço e empenho dos membros e voluntários da nossa associação poderá culminar, com o apoio continuado dos nossos parceiros, numa sociedade mais responsável, civicamente consciente e onde já não mais seremos necessários. Para tal, nos últimos anos, temos desenvolvido acções de sensibilização junto das escolas do Município de Vila do Conde e Póvoa de Varzim, numa tentativa de cimentar os valores que defendemos.

escolas

Em parceria com a Câmara Municipal de Vila do Conde, implementámos em 2018 e 2019 o programa de Captura-Esterilização-Devolução (CED) em colónias de gatos de rua por nós acompanhadas e monitorizadas, e em colónias sinalizadas pela CMVC; este programa tem como objectivo o controlo da população de gatos de rua, garantindo melhores condições de salubridade para os animais mas também para os locais urbanos em que eles são alimentados.

A captura, transporte para o veterinário e devolução dos animais ficou à inteira responsabilidade da ACN, sendo as esterilizações custeadas pela CMVC. O número de esterilizações disponíveis anualmente é estipulado pela CMVC, sendo que nos dois anos foram utilizadas todas as vagas disponíveis (104 em 2018; 51 em 2019).
O gráfico abaixo diz apenas respeito a colónias que foram sinalizadas e/ou intervencionadas no ano de 2019, não incluindo as colónias onde, em 2018, todos os indivíduos foram esterilizados.

ced2019

As condições para aplicação do Programa CED com apoio da Câmara Municipal de Vila do Conde sofreram alterações a partir de setembro de 2020, data em que o mesmo deixou de estar suspenso. Aos animais esterilizados terá de ser colocado microchip, no qual constarão os dados dos responsáveis pela colónia/ tutores/ pessoa que pediu ajuda.